O que é Branding e como fazer uma estratégia para gestão da sua marca

Quer deixar a sua marca bastante conhecida, desejada e lembrada pelos consumidores?

Então você precisa conhecer uma ferramenta que é capaz de despertar sensações e criar conexões entre o cliente e a sua marca, fazendo com que ela seja lembrada no momento em que surgir a necessidade de adquirir um produto ou serviço.

Estou falando do branding, que é uma ferramenta que vai te ajudar a potencializar a visibilidade da sua marca, gerando uma boa reputação para o consumidor.

As estratégias de branding fazem com que o cliente escolha a sua marca na hora da decisão de compra.

Quer aprender mais sobre branding e como aplicá-lo em seu negócio, para destacá-lo no mercado?

Leia este artigo até o final e descubra o que é branding, qual a importância dessa ferramenta para a sua marca, como utilizar as estratégias em seu negócio e muito mais.

O que é branding

Branding é um conjunto de ações pensadas e aplicadas com o intuito de alinhá-las ao propósito de uma marca.

Branding é a gestão de uma marca, com o objetivo de deixá-la mais conhecida, gravada na mente dos consumidores, de maneira positiva.

As ações de branding são focadas em despertar boas sensações nas pessoas, criando uma conexão positiva, capaz de gravar uma marca na mente delas, fazendo com que essa marca seja lembrada e desejada quando surgir uma necessidade de comprar.

Em outras palavras, o branding vai te ajudar a criar a personalidade da sua marca, despertando sensações positivas e fixando-as na mente do seu futuro cliente.

O branding ajuda a fazer as escolhas certeiras para a criação de uma marca, desde o nome, logotipo, tom de voz, jingle…

As ações de branding ajudam a criar quem é uma marca, seus valores e o porquê de ela existir.

As maiores empresas do mundo já utilizam essa ferramenta há algum tempo.

Mas não se engane, achando que terá resultados imediatos, pois o branding gera resultados em longo prazo, porém, de forma sustentável.

As ações de branding incluem criar e gerenciar os elementos da identidade visual de uma marca, a fim de deixar essa marca fixa na mente das pessoas.

Qual a importância do branding para a sua marca

Além de criar um posicionamento de uma marca, as ações de branding criam também um diferencial da marca no mercado.

Quando uma marca possui um propósito alinhado ao público, ela consegue mudar a percepção que esse público tem em relação ao preço do produto.

Isso acontece porque, quando uma marca se alinha ao público através de um propósito em comum, o público consegue enxergar valor naquela compra e fica inclinado a pagar mais pelo produto daquela marca do que pagaria em outra com preços menores, inclusive.

Se uma marca possui valores e propósitos alinhados às pessoas a quem deseja atingir, essas pessoas se identificam com a marca e, além de clientes, elas se tornam promotoras dessa marca, aumentando o seu alcance e, dessa forma, gerando mais vendas.

Como trabalhar branding com marketing digital

Antes do surgimento da internet e do marketing digital, as marcas se posicionavam através do marketing tradicional, como revistas, jornais, rádio, TV, outdoors…

Com a internet, o marketing se transformou no marketing digital e, com ele, apareceram as novas formas de trabalhar o branding de uma marca.

Depois do marketing digital, as marcas passaram a fazer “branding digital”.

Há várias maneiras de trabalhar com o branding na internet e você vai poder conferir duas delas, que são:

  1. Identidade visual;
  2. Estratégia.

Identidade visual

É através da identidade visual que as pessoas vão lembrar da sua marca com mais facilidade.

E para construir uma identidade visual marcante, você precisa de alguns elementos, como logomarca, fonte, imagens e cores.

É importante lembrar de que, quanto mais alinhada estiver a identidade visual de uma marca, mais rápido o consumidor vai associá-la à melhor opção na hora de comprar um produto ou serviço.

Para criar a identidade visual da sua marca, você precisa trabalhar os pontos que vou citar a seguir. Confira:

Ajuste a seu logo para web

Quando você for criar a logo da sua marca, precisa ajustá-la para a internet, afinal, o formato de arquivo digital é diferente do formato para impressão.

Outra questão é que os consumidores, em sua maioria, usam dispositivos móveis para acessar a internet, portanto, todas as suas ações precisam ser pensadas na comodidade deles, e isso inclui a criação de uma logo ajustada a qualquer tipo de dispositivo e tamanho de tela.

Tenha um manual da marca

Tenha um manual da marca, que é um documento contendo especificações importantes de uma empresa, como a fonte e as cores usadas para criar a marca, o código das cores, versões em diferentes formatos…

Tudo isso serve para poder preservar a identidade visual da marca, para que ela seja propagada, vista e lembrada de maneira correta.

O manual da marca também é conhecido como manual de identidade visual e manual de identidade visual coorporativa.

Esse manual ajuda a definir um padrão da marca, fortalecendo a identidade dela e favorecendo o seu reconhecimento.

Estratégia

É através da estratégia que o propósito e os valores não visuais de uma marca são transmitidos.

Também é através da estratégia que o consumidor vai conhecer a sua marca, de maneira mais profunda.

Ele vai se identificar com o estilo e com os valores da sua marca, fortalecendo a conexão entre o consumidor e a marca.

Defina a personalidade da marca

Para definir a personalidade da sua marca e ajudar a fixá-la na mente do consumidor, você pode ressaltar as qualidades da sua marca e imaginar que, se fosse uma pessoa, quais seriam as principais características dela.

Imagine a voz da sua marca como uma pessoa: um amigo, um professor, um técnico…

Isso vai depender do seu nicho de mercado, do produto ou serviço que você oferece e de como você irá transmitir as informações para o cliente.

Isso faz com que o consumidor lembre da sua marca com mais facilidade.  

Defina o tom de voz da sua marca

É muito importante adequar o tom de voz da sua marca ao público, para criar uma conexão maior com ele.

Definir o tom de voz da sua marca também vai ajudar o público a lembrar dela no momento de decisão de compra.

É necessário saber se a linguagem da sua marca é de um especialista, se será uma linguagem mais descontraída, se é animada ou se será mais séria…

Canais

Utilize os vários canais de comunicação com o seu público-alvo, para você poder criar um relacionamento com ele.

Esses canais podem ser o Facebook, WhatsApp, Instagram, YouTube, blog

O importante é você descobrir onde o seu público está presente e aplicar as suas estratégias de branding lá.

Assim, você vai conseguir ser mais assertivo e vai evitar perder investimento, aplicando as ações em lugares onde o público não se encontra.

Eu aconselho que você crie um blog, pois é uma estrutura sua, com suas regras, onde você não corre o risco de perder o seu trabalho e onde você pode construir o seu negócio, sem medo.

Além disso, com um blog, o seu conteúdo será encontrado pelo público nos resultados de busca.

Depois do blog, eu indico a criação de uma página no Facebook, que é a maior rede social do mundo, portanto, um canal de comunicação e relacionamento muito eficaz.

Conteúdo

Um conteúdo bem trabalhado vai ajudar a sua marca a se destacar no mercado.

O seu conteúdo precisa ser autêntico e criado de acordo com a personalidade da marca.

O conteúdo também deve ter os elementos que definem a identidade visual do branding, para ter maior visibilidade e demonstrar autoridade no assunto.

O conteúdo é uma ótima ferramenta para gerenciar uma marca.

Através dele, uma marca poderá ser posicionada na primeira página dos resultados de busca, fazendo com que ela seja facilmente encontrada pelos futuros clientes.

Branding – o novo marketing?

O papel principal do branding na construção de uma marca é o de fazer uma boa gestão, para mostrar que aquela é a marca certa.

A principal característica de uma marca que trabalha o “novo marketing” é a capacidade de se adaptar ao novo, desaprendendo e reaprendendo.

O maior desafio enfrentado pelas marcas é o de se adaptar ao que os especialistas chamam de “mundo VUCA” e gerar valor para o público, a partir dessa nova realidade.

VUCA são as iniciais de quatro palavras que resumem o que é esse novo mundo que as marcas precisam estar adaptadas, se quiser ter presença forte no mercado.

Essas 4 palavras são:

  1. Volátil;
  2. Incerto (a letra “U” vem do original “Uncertain”);
  3. Complexo;
  4. Ambíguo.

1- Volátil, porque tudo no mundo muda o tempo todo, de forma muito rápida.

2- Incerto, porque não se pode ter nada garantido.

3- Complexo, porque o mundo é ansioso e tudo oscila o tempo todo.

4- Ambíguo, porque há muitas alternativas, porque tudo no mundo é incerto, indefinido.

É preciso se adaptar ao mundo VUCA

Para que uma marca consiga gerar valor para o público, ela precisa estar atenta a alguns pontos importantes do branding:

  • Criar conexão emocional com o público, alinhando o proposito, os valores e ideais; 
  • Precisa ter um discurso direcionado ao reconhecimento da marca, ao preço do produto ou serviço, à promoção, à venda e ao lucro;
  • Alcançar mais valor para a marca, através do engajamento do público com as estratégias de branding;
  • Fazer um reposicionamento da marca.

O que é uma marca

Uma marca é diferente de uma empresa física, de papéis ou qualquer outra coisa palpável.

Uma marca é um conjunto de experiências e emoções que as pessoas guardam na memória, em relação ao produto ou serviço que adquiriu de uma determinada empresa.

Fazer um bom branding vai fazer com que a sua marca se destaque no mercado e deixe os seus concorrentes para trás.

Cada pessoa guarda uma marca em sua mente, de maneira bastante pessoal, pois a lembrança de uma marca depende de vários fatores individuais, como a experiência que a pessoa teve em relação ao atendimento que ela recebeu ou ao uso do produto.

Valores econômicos, culturais, sociais, entre outros, também são fatores que podem influenciar o modo como uma marca será lembrada por alguém.

E é por causa disso que o branding é tão importante para o sucesso de uma marca.

Para se tornar uma marca memorável é necessário se diferenciar dos concorrentes, entregar qualidade no produto e despertar boas emoções no cliente, pois não há nenhuma garantia de como as pessoas vão enxergar a sua marca.

Como trabalhar a gestão de marca

Fazer a gestão de uma marca não é uma tarefa fácil.

Para que uma marca atraia e conquiste muitos clientes, é necessário entender, desde o início, quem é sua empresa e quais são os valores que ela possui.

As ações de branding precisam ser pensadas para fortalecer a marca e torná-la mais conhecida e lembrada.

Além disso, uma marca precisa possuir diversos canais de comunicação com o cliente, para criar um relacionamento com ele.

Confira a seguir alguns elementos importantes para trabalhar a gestão de uma marca:

Plataforma de marca

Plataforma de marca são os elementos que a sua marca possui e que a tornam única e que são capazes de fazer uma conexão com o público.

Para fazer a gestão de uma marca é importante entender o que há por trás dela, qual é o diferencial da marca no mercado, o que ela promete…

Propósito

O propósito de uma marca é o motivo pelo qual ela foi criada, o porquê de ela existir, saber como as pessoas que fundaram a marca queriam que ala fosse vista no mercado e como queriam transformar a vida dos clientes.

O propósito pode estar presente na frase que geralmente torna-se o slogan da marca.

Por exemplo, a Coca-Cola, que tem como slogan a frase “Sinta o Sabor. ”

O propósito da marca é mostrar como pode ser prazeroso o momento de tomar uma Coca-Cola em um dia de calor.

A marca busca mostrar grandeza na simplicidade.

Atributos de marca

Os atributos são as características de uma marca que mostram a maneira como ela trabalha para atingir seus objetivos.

Os atributos de uma empresa são definidos como se fossem os de uma pessoa.

São a forma única que uma marca tem de atuar no mercado e, assim, ser lembrada mais facilmente pelo consumidor.

Promessa de marca

A promessa de marca é aquilo que uma marca se compromete a fazer pelo cliente, através do seu produto ou serviço, para que o propósito de marca seja realizado.

A promessa da marca é o como uma empresa vai impactar o mundo.

Enquanto o propósito de marca é o porquê de a ela existir, a promessa é o como a marca vai colocar em prática o seu propósito.

Posicionamento

O posicionamento é o modo como uma marca vai ser vista pelo público, como ela vai se posicionar no mercado e como ela vai criar a sua imagem.

Uma marca consegue entender o seu posicionamento no mercado quando foca nos objetivos que ela definiu e qual o valor que a marca entrega através do seu produto ou serviço.

O posicionamento está relacionado com aquilo que o público deseja e busca em uma marca.

Para se posicionar bem, você precisa saber como a marca pode entregar isso ao seu público.

Crie uma identidade de marca

Crie uma identidade forte para a sua marca, através de elementos como um nome fácil de lembrar, um logo relacionado ao nome da marca, uma cor forte e marcante…

Para isso, eu listei pontos muito importantes, que você pode seguir.

Identidade Visual

Como você conferiu anteriormente, a identidade visual é muito importante para trabalhar o branding de uma marca.

Agora você vai saber quais são os elementos que formam a identidade visual de uma marca. São eles:

1- Cores

As cores ajudam na comunicação da marca, além de também ajudar a tornar a sua identidade visual mais atrativa.

As ações do branding trabalharão para a manutenção da cor da marca na mente do consumidor.

Isso é um trabalho que envolve atenção e repetição, até que a aquela cor seja memorizada e relacionada à marca.

As cores de uma marca ajudam no processo de fortalecimento da identidade visual.

Vou usar mais uma vez o exemplo da Coca-Cola.

A cor vermelha da marca é bastante chamativa e marcante, além de possuir uma fonte incomparavelmente reconhecida em qualquer parte do mundo.

2- Tipografia

Assim como as cores, a tipografia também é importante para a comunicação de uma marca.

Mais uma vez entra o exemplo da Coca-Cola, que possui uma tipografia bem marcante, capaz de ser reconhecida em qualquer lugar.

3- Ilustrações

As ilustrações, os ícones e símbolos também ajudam a criar a identidade visual de uma marca.

A utilização de figuras arredondadas ou quadradas para ilustrar o conteúdo da marca é uma forma de trabalhar a identidade visual capaz de fazer com que uma marca seja reconhecida.

Linguagem

Adotar uma linguagem própria é essencial para a comunicação de uma marca.

Para criar a identidade de marca, de maneira eficiente, é necessário adequar a linguagem à sua persona e aos canais de comunicação com o cliente.

Slogan

O slogan é como uma assinatura de uma marca.

Ele representa, em uma frase, a mensagem que a marca deseja transmitir ao consumidor.

Alguns exemplos de slogan são:

  • Nescau: “Energia que dá gosto”;
  • Oi: “Simples assim”;
  • McDonald’s: “Amo muito tudo isso”;
  • Havaianas: ”Todo mundo usa”…

Alguns slogans ficam marcados em uma marca durante muito tempo, fazendo com que o consumidor sempre lembre dela cada vez que escuta ou lê aquela frase, mesmo que a marca tenha modificado.

Esse é o caso da Coca-Cola, que antes tinha como slogan a frase: “Abra a Felicidade”, mudou, de maneira estratégica para “Sinta o Sabor”.

Branding e posicionamento de marca – Qual é a diferença?

Apesar de esses dois termos serem bastante confundidos, eles não significam a mesma coisa, principalmente ao que se refere à abrangência de suas ações.

Enquanto o branding aborda as ações como um todo e com objetivos diferentes, o posicionamento de marca está mais relacionado com a imagem que a marca deseja transmitir ao consumidor.

A Coca-Cola é imbatível em reconhecimento de marca, afinal, ela sabe transmitir valores como diversão e felicidade, o que se alinha muito bem com o consumidor.

Uma marca que pretende se posicionar bem no mercado precisa conquistar a admiração do público, através de uma comunicação humana e com muita personalidade.

Exemplos de branding de grandes marcas

Além da Coca-Cola, que é imbatível em relação ao posicionamento da marca, você verá mais 2 exemplos de grandes marcas que souberam usar, de maneira assertiva, as estratégias de branding.

1- Dove

A Dove é um ótimo exemplo de uma marca que sabe como usar o branding.

A Dove revolucionou o mercado, derrubando estereótipos, através de um novo posicionamento, criando uma conexão emotiva com as mulheres, mostrando que todas têm sua beleza própria, sem padrões preestabelecidos.

A Dove conseguiu conquistar muito mais clientes pelo posicionamento da marca do que pelo próprio produto, que foca na hidratação como diferencial no mercado.

A marca trabalha não só com produto, mas com as emoções das pessoas.

2- Red Bull

A Red Bull é outro incrível exemplo de marca que sabe utilizar as estratégias de branding muito bem em suas campanhas.

A Red Bull alinhou a sua marca às emoções relacionadas à aventura, ao esporte e à liberdade.

A marca utiliza, de maneira inteligente, o slogan: “Red Bull te dá asas”, levando o consumidor a querer experimentar esse estilo de vida, cheio de emoção e liberdade.

A bebida é um energético como qualquer outro, a grande diferença está no posicionamento da marca.

A Red Bull também utilizou estratégias de branding quando passou a produzir eventos esportivos e musicais, fazendo com que as pessoas lembrassem ainda mais da marca e criassem uma conexão emocional ainda maior, tornando a marca ainda mais presente no dia a dia das pessoas, permanecendo na mente delas.

Não é à toa que essas duas grandes marcas estão consagradas no mercado e são sempre lembradas no momento em que o consumidor vai comprar.

Conclusão

Neste artigo você viu o quanto o branding é poderoso para fazer com que uma marca se torne lembrada e desejada pelo público.

O branding é importante para empresas de qualquer segmento e tamanho.

Através das estratégias de branding, o reconhecimento de uma marca e os produtos ou serviços que ela oferece aumentam e se tornam fortalecidos.

Além de um produto de qualidade, a marca precisa ser conhecida, desejada e lembrada no momento da decisão de compra.

Mas o branding não serve apenas para grandes marcas.

As estratégias de branding são pensadas e aplicadas no início de um negócio, por isso, se você já tem um negócio ou pretende montar um, já pode começar a pensar na imagem que você quer transmitir ao seu público-alvo.

Como você quer que a sua marca seja lembrada?

Quais as emoções que você pretende despertar através da sua marca?

E o que você vai “vender” para as pessoas, além de um produto ou serviço?

Espero que tenha aproveitado este artigo e que ele seja importante para fortalecer as estratégias de gerenciamento de sua marca.

1 comentário em “O que é Branding e como fazer uma estratégia para gestão da sua marca”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima